Iniciativa visa incentivar uso de energia limpa através de geração distribuída no estado

A segunda etapa do Programa Indústria Solar, lançado pela Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC) está superando todas as expectativas previstas pelos especialistas. Lançada no dia 23 de fevereiro de 2018, a segunda etapa foi destinada a mais de 50 mil industrias de pequeno e médio porte e obteve um retorno de mais de 400 empresas interessadas em menos de um mês.

O programa conta com a parceria das empresas Engie e WEG e na última semana chegou a 2.264 inscrições entre indústrias e pessoas físicas, um número expressivo na visão dos organizadores, uma vez que o número supera a quantidade de unidades consumidoras com geração distribuída em Santa Catarina que é de 2.230 segundo a Aneel.

Com o objetivo de incentivar a produção de energia limpa no estado, o programa oferece modelos diferentes para cada tipo de público. Para as pessoas físicas o mesmo oferece duas opções de sistemas residenciais ao custo de R$ 10.428 (potência de 1,95 kWp) ou R$ 16.338 (potência de 3,25 kWp) que podem ser pagos à vista ou financiados em até 60 vezes.

Já para as indústrias o programa oferece três opções de geradores com preços diferenciados e condições especiais de parcelamento pelo Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE). O programa tem o apoio da Centrais Elétricas de Santa Catarina (CELESC) e de instituições financeiras também.

 

Fonte:  Portal Brasil Solar

Categorias: Notícias

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.